Páginas

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

O verso

Sigo com a sucessão de pequenos pedaços de mim espalhados aos ventos....

O verso errante e passeante é o mais belo/ Queima-lhe o sol dos quatro ventos/ Cada momento uma paisagem/ Cada segundo uma passagem/ Vai seguindo errante o passeante em folha deserta...

Poeta Eterno

Um comentário:

Reflexo d'Alma disse...

Saudade de vir aqui ver vc escrevendo!!!!!!!!!!!!Adoro essa coisa.Bjins entre sonhos e delírios

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin