Páginas

sábado, 31 de março de 2007

Maresia

Maresia

A vida a bordo da gente,
É uma coisa triste.
Quem dera pudéssemos
Transbordar-nos em tudo o que existe...

Nosso corpo e seus limites,
São do espaço de nossa solidão.
Nosso mundo e seus horizontes,
São do tamanho de nossa ilusão.

Quem dera navegássemos
Por águas conhecidas e calmas,
Mas mesmo assim, como seria a vida,
Se nem de nós mesmos conhecemos a alma!

A vida a bordo da gente,
É uma vida estranha,
Se estamos mareados com o mundo,
Não há porto que nos acolha,

Se estamos a deriva de tudo,
Não há correnteza que se escolha,
Não há bons ventos soprando,
Não há o outro lado do mundo.

Tantas embarcações a nos passar,
Tantos portos que escolher,
Sem saber qual é o lugar certo,
Nem a hora de atracar.

A vida a bordo da gente,
É uma vida vazia,
Só nos sabe o destino o vento,
Só nos sopra a favor a maresia.

ღ.Røså.ღ

Nenhum comentário:

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin