Páginas

sábado, 26 de dezembro de 2009

As vezes penso...

Mas nem sempre!!
Não me cabe pensar em tudo, em todos...
Quando não estou pensando...
As vezes penso em uma forma de não pensar...
As vezes calo, as vezes falo,
as vezes finjo que entendo...
As vezes penso...
Mas nem sempre, nem pra sempre...
As vezes tento não pensar nisso,
Mas acabo sempre pensando e...
Não concluo se penso todo tempo...
Ou se me pensa o pensamento.
Poeta Eterno

5 comentários:

Reflexo d Alma disse...

"As vezes calo, as vezes falo,"

È uma dádiva com certeza...
adoro!
Bjins entre sonhos e delírios

Reflexo d Alma disse...

Amo esse tempo em que todas as palavras já foram ditas e apenas nos bastar usufluir vivendo. São tempos de brisa leva, de ar novo, de alma se refazendo para seguir em jornada. Amo sobre tudo viver esse tempo porque tudo que foi ja é, e o que há de vir ainda vai ser. Bom demais estar passando por aqui nesse tempo de boas novas e de paz. Bjins entre sonhos e delírios

Abraão Vitoriano disse...

"As vezes calo, as vezes falo,
as vezes finjo que entendo...
As vezes penso..."

pensar é tão bonito e nobre,
surpreende ainda mais quando não concluimos...rs

abraços,
e tudo de bom em 2010!

do homem-menino

Tânia disse...

Não sei oq seria de mim sem meus pensamentos.. ás vezes são meras lembranças, ás vezes uma escapatória do mundo real ..
ótimo texto..

Feliz 2010, beijos.

Lara Amaral disse...

Deve ser por isso que a melhor forma de se pensar é em silêncio.

Belíssimo poema!

Beijos.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin