Páginas

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

O verso

Sigo com a sucessão de pequenos pedaços de mim espalhados aos ventos....

O verso errante e passeante é o mais belo/ Queima-lhe o sol dos quatro ventos/ Cada momento uma paisagem/ Cada segundo uma passagem/ Vai seguindo errante o passeante em folha deserta...

Poeta Eterno

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

As almas são díspares

(...) Os corpos podem se cingir, porém as almas... As almas são díspares ainda que multiformes (ou disformes); mas poderíam elas, ainda que assim sejam, andar juntas?


Poeta Eterno

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin