Páginas

sábado, 31 de março de 2007

Vocábulos

Vocábulos

Ciciando nos ouvidos do crepúsculo,
Nestes comenos de agora,
A olhar a corbelha,
De tons coralinos,
Fico e fito
O eito de outrora,
Que ind’agora,
É só crasso passado.

E cesso o ciciar,
E crocitando,
Levo-me ao crupe,
E desfaleço.
Em caturrice, deixo a noite me aspergir.
Sua confluente névoa,
A assestar meu peito,
E crivá-lo de aquosos projéteis esconsos.

E a célere bátega se esvai,
E seu clamor beligerante sai,
Desavindo, e desazado,
Pois já não lhe faculta pugnar.

Em meu caturrismo,
Impertérrita, com a longanimidade
De persistir frente ao revés,
À caturrice,
Ser-me, me é ignoto, póstero.
Ao prélio de ser-me, enfim.

ღ.Røså.ღ

Nenhum comentário:

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin