Páginas

sábado, 31 de março de 2007

Sou sua - Rosa

Sou sua

Sou um confluente
De palavras que dançam sem música,
Sou uma nascente
De sentimentos que esbarram em dúvidas,
Sou um poço
De um desejo que quer vir à tona
Sou uma cela
De um amor que não agüenta a prisão,
Sou tempo,
E não me passo, não me vivo, não me mudo,
Sou ansiedade
E escorro pelos vãos dos dias,
Sou solidão
E não me encontro em nada a não ser você.

ღ.Røså.ღ

Nenhum comentário:

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin